A TAP vai reduzir temporariamente a sua operação, uma decisão que é tomada após os sucessivos anúncios de restrições, como principal medida de contenção do COVID-19, por parte de vários Estados das geografias em que a Companhia portuguesa opera, combinados com a acentuada queda da procura, fatores que têm gerado inúmeros e sucessivos cancelamentos de voos e suspensões de rotas, que têm vindo a ser comunicados pela TAP aos passageiros e público em geral.

Nas últimas 24 horas verificaram-se evoluções significativas das condicionantes acima referidas e, em consequência, a TAP vai reduzir de forma expressiva a operação e parquear grande parte da sua frota de aviões.

A TAP assegurará os voos em todas as rotas em que os mesmos sejam possíveis, de modo a dar resposta à missão de transportar os seus clientes para junto das suas famílias.

Antonoaldo Neves, CEO da TAP, assegura que “Estamos a trabalhar na continuidade do nosso negócio convictos de que em breve voltaremos ao ritmo normal da nossa atividade, sempre com o foco no futuro, na sustentabilidade e no crescimento da nossa TAP. Agradecemos o empenho e o sentido de missão dos nossos colaboradores neste momento em que todos têm dado tudo de si para tratar dos nossos clientes e de Portugal.”

Informação para Clientes

Os Clientes afetados pelos cancelamentos de voos neste período, poderão ir ao site refunds.flytap.com para obter o seu voucher no valor pago pela aquisição do bilhete, para que possam decidir tranquilamente para onde e quando querem viajar.

Este voucher permite viajar no prazo de um ano para qualquer destino operado pela TAP, reservando em www.flytap.com, sem necessidade de recorrer ao Contact Center.

A situação evolui de forma muito dinâmica. A TAP atualiza toda a informação relativa ao impacto do surto de coronavírus na sua operação em https://www.flytap.com/pt-pt/ultimas-atualizacoes e solicita aos seus Clientes com voos ainda não cancelados que consultem a informação sobre o estado do seu voo antes de se dirigirem ao aeroporto.

Abaixo a lista das rotas que a TAP vai operar entre 23 de março e 19 de abril, sendo que a mesma pode ser ajustada sempre que as circunstâncias assim o exijam.

Fonte: AviaoRevue

(3)