Quase uma década após o seu último voo em 2005, um Boeing 737-200 fabricado em 1979, matriculado no Brasil como PP-SPH da antiga VASP, foi arrematado em um leilão através da internet em setembro de 2013 pelo odontólogo e piloto Ailton de Oliveira. O Boeing veio de Brasília e faz parte da decoração da fazenda de Ailton de Oliveira, localizado no município de Urutaí-GO a 160 quilômetros de Goiânia.

Segundo o CNJ a aeronave adquirida custou R$ 112 mil. Após ser arrematada Ailton foi informado de que teria 90 dias para fazer a retirada do avião no pátio do Aeroporto de Brasília, onde a aeronave ficou parada por dez anos, ele precisou contratar uma equipe para desmontar e transportar as peças. O traslado foi feito por dois caminhões, Ailton não revela o valor gasto no transporte.

20611564296_453bc9a132_o

O Boeing teve sua antiga pintura retirada e atualmente ostenta as cores Branca, Vermelha e Azul, a aeronave não possui condições de vôo, mas, Segundo Ailton sua intenção é construir um hangar nas dependências para guarda-lo e abrir um restaurante no local. A aeronave ainda passa por reparos, e em breve deverá ser aberta para visitação.

20644389111_cccc10c015_o

Apesar de ter ficado parado por cerca de dez anos o interior da aeronave ainda conserva em boas condições suas poltronas em couro azul, a cabine do piloto contém todos os equipamentos funcionais.

Casado e pai de dois filhos, Ailton soma mais de 4 mil horas de voo. Além do Boeing, ele possui também outras três aeronaves incluindo um helicóptero e afirma que não deve adquirir outra aeronave para exposição, mas que seu novo sonho é adquirir um jato fabricado pela Embraer, o Phenom 100 com capacidade para seis pessoas.

(240)