A Air Astana, empresa aérea de bandeira do Cazaquistão, apresentou seu primeiro jato E190-E2 em uma cerimônia realizada hoje em Astana. A companhia aérea receberá quatro E190-E2 adicionais no próximo ano, com a última das aeronaves, todas arrendadas junto à AerCap, sendo entregue no último trimestre de 2019. A companhia aérea do Cazaquistão começará a voar a nova aeronave em rotas domésticas e da Comunidade dos Estados Independentes (CEI) no final deste mês.

“Todos nós da Air Astana estamos contentes em receber nosso primeiro E190-E2, e ansiosos para uma entrada em serviço suave e uma transição simples para nossos pilotos. Conhecemos bem os E-Jets da Embraer e temos grandes expectativas para a nova geração de aeronaves em termos de eficiência operacional, impacto ambiental e níveis de conforto e conveniência para nossos clientes”, disse Peter Foster, Presidente da Air Astana.

O primeiro E190-E2 da Air Astana apresenta a pintura de um “leopardo das neves”, desenhado e pintado à mão pela Embraer no estilo “Profit Hunter”. O leopardo das neves da Air Astana junta-se às já famosas pinturas de nariz dos E2 que são a águia, o tigre e o tubarão. Para a Air Astana, no entanto, o projeto da pintura foi pensado para chamar a atenção global para a ameaça de extinção enfrentada pelo gato selvagem. O leopardo das neves é um símbolo oficial do Cazaquistão e é nativo das montanhas do sul do país.

Foster continuou. “Nossos passageiros, funcionários e, na verdade, todos no Cazaquistão apreciarão a incrível representação do leopardo das neves em nosso novo jato. O leopardo das neves incorpora a resiliência e a ambição de nossa nação, e todos nos esforçamos para salvar essas magníficas criaturas da extinção e para a posteridade.”

“Estamos honrados em entregar nosso mais avançado avião comercial aos nossos bons amigos da Air Astana”, disse John Slattery, Presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial. “Para um fabricante, não há melhor recompensa do que ver os negócios de um cliente crescendo continuamente com nossos produtos. A decisão da Air Astana de adotar o programa E2 é mais uma demonstração de confiança na Embraer e na família de E-Jets de aviões comerciais.”

A entrega marca o início da renovação da frota da Air Astana. Atualmente, a companhia aérea opera uma frota de aeronaves E190, a primeira das quais foi entregue em 2011.

O E190-E2 é o primeiro de três novos E-Jets E2s que a Embraer desenvolveu para suceder os E-Jets da primeira geração. Comparado com a primeira geração do E190, o E190-E2 oferece uma redução de 17,3% em termos de consumo de combustível e quase 10% menos que o concorrente direto. Isso a torna a aeronave mais eficiente de corredor único no mercado. O E190-E2 traz mais flexibilidade com alcance máximo de até 5.300 km, ou cerca de 1.000 km a mais do que o E190 de primeira geração.

O E190-E2 também oferece economias significativas para as companhias aéreas em termos de custos de manutenção, com uma redução de até 25%. A aeronave possui os maiores intervalos de manutenção, com 10.000 horas de voo para verificações básicas e sem limite de calendário na utilização típica de E-Jets. Isso significa 15 dias adicionais de utilização de aeronaves em um período de dez anos.

Os pilotos da primeira geração de E-Jets precisam de apenas 2,5 dias de treinamento e sem a necessidade de um simulador de voo completo para pilotar o E2, o que diminui a carga de treinamento e economiza tempo e dinheiro para as companhias aéreas. O cockpit do E2 apresenta avançada aviônica integrada Honeywell Primus Epic 2. Juntamente com os controles fly-by-wire, os sistemas trabalham juntos para melhorar o desempenho da aeronave, diminuir a carga de trabalho do piloto e reforçar a segurança de voo.

Do ponto de vista do passageiro, a cabine do E2 apresenta uma confortável disposição de dois assentos de cada lado do corredor. A ausência do assento no meio permite que os passageiros tenham uma experiência de voo agradável, com mais espaço para as pernas e para armazenamento de bagagem.

A Embraer é a principal fabricante mundial de jatos comerciais com até 150 assentos. A empresa possui 100 clientes de todo o mundo operando as famílias de aeronaves ERJ e de E-Jets. Somente para o programa de E-Jets, a Embraer registrou quase 1.800 pedidos firmes e 1.400 entregas, redefinindo o conceito tradicional de aeronaves regionais. Hoje, os E-Jets estão voando na frota de 70 clientes em 50 países.

Fonte: AviaoRevue

(2)