Foto: Felipe Menezes

O Aeroporto de Brasília ganhou três novos voos diretos para o exterior. A LATAM Airlines passará a operar voos para Santiago no Chile, Lima no Perú e Assunção no Paraguai, ainda no final deste ano. Segundo a companhia aérea, as novas operações devem projetar ainda mais conectividade no aeroporto da capital brasileira, que ocupa posição geográfica estratégica na América do Sul. Hoje o terminal brasiliense é a segunda maior base de operações da LATAM no Brasil.
Nos três primeiros meses de 2019 o Aeroporto de Brasília registrou um aumento no número de passageiros internacionais. O crescimento foi de 30,9% quando comparado ao mesmo período do ano passado. O fluxo foi de 170 mil passageiros de voos internacionais e 1.216 pousos e decolagens de aeronaves que realizam as rotas para o exterior. Uma movimentação aérea internacional 40,9% maior que janeiro a março de 2018.
A entrada dos novos voos internacionais diários para Miami, Orlando e Buenos Aires operados pela GOL impulsionaram o crescimento da área internacional do terminal brasiliense no trimestre. Em junho, Cancún também passará a fazer parte do portfólio do Aeroporto. Com os novos voos, o Aeroporto de Brasília terá conexão direta com dez cidades do exterior.
Para Roberto Luiz, diretor de negócios aéreos da Inframerica, o aumento internacional é consequência de uma política acertada de incentivo fiscal para o mercado de aviação civil na Capital Federal e dos investimentos realizados pela concessionária. “As companhias aéreas brasileiras que operarem mais voos internacionais no Aeroporto de Brasília tem maior desconto no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o querosene de aviação (QAV ou JET-A1) em seus voos nacionais. O benefício é componente fundamental na estratégia de atração de novas rotas. Com esta política fiscal indutora o DF poderá ser ainda mais atrativo para o investimento das empresas”, comenta.
O executivo ainda lembra que os novos investimentos realizados pela Inframerica na área internacional aumentaram o conforto e a agilidade dos passageiros. “Além da ampliação da área de desembarque como alfândega e cabines de imigração, instalamos novos raios-x e equipamentos para controle eletrônico de passaportes na imigração. Com isso o processamento de passageiros está mais rápido e maior. Além disso, a nova loja Duty Free é duas vezes maior do que a que tínhamos, e oferece maior variedade de produtos aos passageiros”, explica Roberto.
O trimestre fechou com mais de 4.3 milhões de passageiros domésticos e internacionais. O Aeroporto de Brasília vem mantendo crescimento em 2019. “Estamos trabalhando para atrair novos voos e tornar o Aeroporto de Brasília uma opção internacional fora do eixo aeroviário que está concentrado na região Sudeste”, finaliza o diretor.

Confira abaixo os novos voos da LATAM para o exterior com saídas diretas de Brasília:

Brasília-Santiago
A rota será operada a partir de 15 de outubro, com aeronaves Airbus A320, que acomodam 174 passageiros em classe Economy. Às terças, quintas e sábados, o voo LA781 decolará de Brasília às 20h05 (hora local) e pousará em Santiago às 23h25 (hora local). Nos mesmos dias, o voo LA780 decolará de Santiago às 12h55 (hora local) e pousará em Brasília às 18h15 (hora local).

Brasília-Lima
A rota será operada a partir de 14 de novembro, com aeronaves Airbus A320, que acomodam 174 passageiros em classe Economy. Às segundas, quintas e sábados, o voo LA2471 decolará de Brasília às 8h30 (hora local) e pousará em Lima às 11h06 (hora local). Nos mesmos dias, o voo LA2416 decolará de Lima a 0h06 (hora local) e pousará em Brasília às 6h50 (hora local).

Brasília-Assunção
A LATAM também planeja iniciar a operação da rota Brasília-Assunção ainda em dezembro de 2019. Mais detalhes serão comunicados oportunamente.

Fonte: AviaoRevue

(1)